Como funciona o câmbio automático dos veículos?

- Você sabe como funciona o câmbio automático dos veículos? Clique para saber detalhes dessa tecnologia e entender o impacto positivo na vida dos motoristas.

Você já parou para pensar sobre como funciona o câmbio automático? Esse tipo de transmissão vem se tornando cada vez mais popular entre os carros vendidos no Brasil. Atualmente, a quantidade de veículos fabricados com câmbio automático no território brasileiro já é equivalente a de câmbio manual. 

Até mesmo os carros populares, com seus preços mais econômicos, já estão sendo comercializados com opção de transmissão automática.

Neste artigo, vamos dar detalhes de como funciona o câmbio automático e quais as suas vantagens.


O que é o câmbio automático?

O câmbio automático é um sistema que faz a troca de marchas de forma automática. Ou seja, o motorista não precisa fazer nada para que a marcha seja trocada. Com isso, a função do motorista fica exclusiva a usar o volante de forma adequada e também os pedais de acelerador e freio.

Como o carro faz a troca de marchas “sozinho”, também não é necessário ter pedal de embreagem. Isso significa que além de não ocupar a mão direita, o pé esquerdo também não precisa trabalhar com a troca.

O sistema que escolhe as marchas usa uma tecnologia que envolve engrenagens planetárias e um conversor de torque. Acompanhe a explicação a seguir para saber mais informações.

backgroundImageAlt
O câmbio automático traz conforto, segurança e economia para o dia a dia do condutor

Como funciona o câmbio automático?

O processo de troca de marchas faz uso de dois itens fundamentais. Um desses itens é conhecido como engrenagem planetária. Elas são engrenagens com diferentes tamanhos que se encaixam, inclusive, uma dentro da outra. O nome vem daí, já que existem engrenagens que ficam “em órbita” de outra.

Além delas, o sistema também faz uso de um conversor de torque. Esse conversor ajuda no processo de levar a força do motor para a transmissão e consequentemente para as rodas. 
Isso tudo acontece de acordo com a demanda gerada pelo próprio veículo com o comportamento do condutor. 

A velocidade do veículo e a rotação do motor são os principais fatores. Mas o fato do motorista pisar fundo no acelerador ou no freio também influencia no processo de escolha de marcha.

Vantagens do câmbio automático
Para o motorista, o câmbio automático é incrivelmente vantajoso depois da adaptação. Ele traz conforto, segurança e economia para o dia a dia do condutor do veículo. Confira abaixo as vantagens:

Conforto
O conforto é mais fácil de ser percebido no trânsito pesado das grandes cidades. A troca constante de marchas e o uso frequente da embreagem deixam de ser um problema. Até mesmo ficar preso em um congestionamento é menos estressante.

A troca de marchas pode até mesmo causar impacto no corpo de quem dirige carros manuais por muito tempo. Mas o fato de ter o pé esquerdo e a mão direita com menos funções também se reflete na segurança.

Segurança
Por não precisar ficar em função da troca de marcha, o motorista pode usar sua atenção para outros aspectos do trânsito. Outra situação em que o câmbio automático também é mais seguro é a respeito da escolha das marchas. Ao perceber que você está descendo uma serra, por exemplo, o carro decide a melhor marcha para tal função. 

O mesmo se aplica às ultrapassagens, quando normalmente o câmbio automático diminui a marcha para oferecer mais potência quando o motorista pisa fundo.

Economia
A troca adequada de marchas também ajuda na economia. Por mais que as peças sejam mais caras, fazer a troca no momento certo diminui o desgaste. Com menos desgaste, gasta-se menos com reparo e manutenção.

Outro fator de economia é a respeito do combustível. Isso porque ao usar a marcha correta você evita o consumo exagerado que a escolha equivocada de marcha em câmbios manuais pode causar.

Segredos do câmbio automático
Preste atenção para alguns segredos que ajudam motoristas novatos no câmbio automático:

Pé no freio
Sempre que parar o carro, mantenha o pé no freio. A grande maioria dos carros com câmbio automático tem uma aceleração própria. Ela pode ser baixa, mas é o suficiente para fazer seu carro andar sozinho para frente. 

Se você estiver parado em uma vaga de estacionamento, pode acabar batendo de leve em outro carro ou na parede. Mas se você estiver em um semáforo o acidente pode ser mais grave.

Troca de posição 
A dica “pé no freio” serve para toda e qualquer troca de posição do câmbio. Se você vai passar de qualquer letra para qualquer outra, o ideal é que você esteja com o pé no freio. 
Isso é tão importante que alguns carros nem permitem que o câmbio seja movido se o freio não estiver pressionado.

Carro em movimento
Preste atenção se o carro está em movimento antes de mudar para as letras P ou R. Mesmo que o movimento seja bem lento, isso pode prejudicar consideravelmente o seu câmbio. Certifique-se de que o carro está completamente parado antes de fazer a troca para o P ou para o R.

Significado das letras
Por falar nisso, você sabe o que significa cada letrinha?

• D é a posição para dirigir. É onde ocorrem as trocas de marchas automáticas.
• P é a posição do carro estacionado. 
• N é a posição neutra, sem marcha engatada. Também conhecido como ponto morto.
• R é a posição para dar a ré.


backgroundImageAlt
- O Kia Sportage, além de possuir câmbio automático, pertence à categoria A na tabela de eficiência energética do Inmetro

Entendeu como funciona o câmbio automático?

Se você entendeu como funciona o câmbio automático, ótimo! Caso conheça alguém pensando em comprar um carro, compartilhe esse artigo. Que tal dar uma olhada nessas dicas para dirigir melhor um carro com transmissão automática?

Sua ajuda pode ser a chave para essa pessoa decidir pelas vantagens do carro com câmbio automático!