Como transferir financiamento de veículo sem complicação?

Conheça quais os requisitos, os documentos que são necessários e os cuidados que você deve tomar na hora de transferir financiamento de veículo.
backgroundImageAlt
  • • O processo de transferência do financiamento do veículo não é difícil, mas precisa de paciência e atenção

Como transferir financiamento de veículo?

O financiamento costuma ser uma das alternativas mais escolhidas no momento de comprar um carro no Brasil. Mas pode acontecer de, por algum motivo, você querer passar o automóvel adiante. Aí é necessário saber como transferir financiamento de veículo. 

Fazer um financiamento pode ser mais normal do que você imagina. Prova disso é que mais da metade das compras de veículos leves em 2019 se deram por meio de financiamento. Mas a quantidade elevada de financiamentos não significa que as pessoas costumam levar o pagamento até o fim. 

O processo de transferência de financiamento não é necessariamente difícil. Mas é preciso tomar uma série de cuidados para evitar problemas. Pensando nisso, elaboramos esse texto para que você saiba quais detalhes merecem sua atenção.

Transferir financiamento de veículo: veja os requisitos

Cada contrato tem seus próprios detalhes, ou seja, financiamentos diferentes podem ter requisitos diferentes. Algumas vezes é necessário já ter feito o pagamento de uma quantidade mínima de prestações. Só depois disso é permitido, por contrato, transferir o financiamento.

O número mínimo de parcelas pagas pode variar de uma instituição financeira para outra.
Outro detalhe importante para prestar atenção é a respeito do tipo de pessoa na transferência. Financiamentos que estejam em nome de pessoa física só podem ser transferidos para outra pessoa física. Assim como financiamentos em nome de pessoa jurídica só podem ser transferidos para outra pessoa jurídica.

Prepare os documentos

As instituições financeiras sempre exigem documentos da pessoa que vai assumir o financiamento. Normalmente são os mesmos documentos que foram exigidos de você no começo do financiamento. 

Eles costumam ser:

• CPF;
• RG;
• Imposto de Renda;
• Comprovante de renda;
• Holerites;
• Extrato de movimentação bancária nos últimos três meses;
• Carteira Nacional de Habilitação;
• Certificado de Registro do Veículo;
• Comprovante de residência.

Também é importante ficar atento à documentação do automóvel. Além de o IPVA estar em dia, é preciso conferir se não existem multas em aberto, por exemplo.

Informe a instituição financeira

Quando você foi fazer o financiamento no seu nome, vários cálculos foram feitos. Esses cálculos dizem respeito a você - sua renda, seus gastos, sua idade, seu histórico como consumidor, etc. Isso significa que as condições de pagamento foram todas calculadas com base nos seus dados. 

Quando outra pessoa assume o financiamento, tudo precisa ser calculado novamente. Outro consumidor (com outro histórico) provavelmente terá acesso a uma taxa de juros e até mesmo quantidade de parcelas diferentes.

Então, caso você esteja pensando em como transferir financiamento de veículo, lembre primeiro em avisar a instituição financeira.

Espere que a instituição faça a análise de crédito

Nenhuma instituição financeira tem o dever de aceitar a transferência para a pessoa que você deseja indicar. Essa pessoa pode ter uma renda menor que a sua, por exemplo, ou dificuldade em comprovar a renda que tem. Ela também pode estar com o nome negativado em alguma lista de proteção ao crédito. Ou mesmo que tenha a renda alta, pode já ter muitos financiamentos no seu nome.

Independente do motivo, a instituição pode não aceitar a pessoa indicada. E mesmo que aceite, as condições do financiamento podem precisar passar por ajustes.

Então é importante ter paciência e, antes de achar que a transferência está garantida, aguarde pela confirmação da instituição financeira. Depois da resposta positiva, aí sim é possível prosseguir com a transferência.

backgroundImageAlt
• Você já conhece o Kia Bongo? É o VUC da Kia que vai trazer mais vantagens para você e seu empreendimento! Clique AQUI e saiba mais

Se prepare para a resposta da análise

Quando a instituição terminar a análise, vai informar você a respeito das condições da outra pessoa de assumir o financiamento. Se a resposta for negativa, não tem nada que você possa fazer. As instituições financeiras têm todo o direito de recusar a transferência se o novo titular não for aprovado. Nesse caso, você precisa procurar um novo comprador para assumir seu financiamento. 

Por outro lado, se a instituição financeira aprovar a pessoa que você indicou, significa que é possível transferir. Agora é só dar continuidade no procedimento de transferência.

Finalmente faça a transferência

Depois de receber o aval da instituição financeira, você pode finalmente realizar a transferência do financiamento de fato. Burocraticamente, a transferência significa que você fica livre de continuar efetuando o pagamento. Não só das parcelas, mas de qualquer outra obrigação relacionada ao automóvel em questão. 

Essa transferência normalmente vem junto com a cobrança de algumas taxas e tarifas. A maneira de lidar com esses pagamentos normalmente também é prevista no acordo de transferência.

Quando o processo de transferência do financiamento tiver terminado, tudo estará no nome do novo titular. Nesse momento, o seu orçamento volta a ficar livre desse gasto. Também é nesse momento, com o orçamento livre, que as pessoas costumam se programar para novos financiamentos.

Entendeu como transferir financiamento de veículo?

Esperamos que você tenha entendido como transferir financiamento de veículo. O processo não é difícil, mas precisa de paciência e atenção.

Se você conhece alguém que tenha interesse em transferir um financiamento de veículo, compartilhe esse artigo!