GRUPO GANDINI

62 anos de história no setor automotivo

O Grupo Gandini foi fundado por José Carlos Martini Gandini em 1956, em Itu, cidade que fica a 92 km de São Paulo, inicialmente com a abertura de um posto de abastecimento de combustível Shell, onde começou também a comercialização de automóveis e caminhões. Na sequência, representou a fabricante de tratores Massey-Fergusson em Itu e depois também em Goiânia, representou a montadora Volkswagen com concessionárias em Itu, Salto, Porto Feliz, Jundiaí e São Caetano do Sul, e partiu para o setor de consórcio, construção civil e agronegócio.
backgroundImageAlt
No início dos anos 1990, com a abertura do mercado brasileiro, o empresário José Carlos Gandini decidiu expandir os negócios do grupo ao agregar a representação oficial da montadora sul-coreana Kia Motors Corporation, à época marca desconhecida da maioria dos brasileiros. O contrato foi assinado no dia 30 de junho de 1992, e as operações comerciais da Kia Motors do Brasil foram iniciadas em janeiro de 1993. O objetivo do fundador José Carlos Gandini e seu primogênito, José Luiz Gandini, que viria a assumir a presidência da importadora em 1996, era desenvolver um negócio de cobertura nacional. Ainda na década de 1990, o Grupo Gandini, diante dos novos desafios de distribuição de veículos importados, deixou as representações da Massey-Fergusson e da Volkswagen. Manteve a administradora de consórcio e investiu fortemente na construção civil.
backgroundImageAlt
backgroundImageAlt

Fábrica Uruguai

Dezessete anos depois de ter iniciado as atividades da Kia Motors no Brasil, o Grupo Gandini investiu, em 2009, na linha de produção do caminhão leve da marca sul-coreana, o Bongo K2500, em Montevidéu, Uruguai, simultaneamente à representação da distribuição oficial de veículos importados naquele país, constituindo a Kia Motors del Uruguay (KMU Corporation S.A.). A linha de montagem está instalada nas dependências da Nordex S.A., onde a KMU tem capacidade produtiva de 12.000 unidades/ano com um turno.

backgroundImageAlt

Centro Tecnológico

Em junho de 2016, o Grupo Gandini anunciou investimento da ordem de R$ 35 milhões no laboratório de emissões Gandini Centro Tecnológico, cuja área construída é de 2.400 m2 em terreno de 5.900 m2, localizado às margens da Rodovia Santos Dumont, em Salto (SP), onde sua principal atividade será submeter veículos leves e motores (ciclos Otto e Diesel) por meio de dinamômetros aos ensaios de emissões exigidos pela legislação brasileiro no processo de homologação veicular. A inauguração do GCT está prevista para 2019.